segunda-feira, 15 de junho de 2009

Trilogia Brasileira

Neste ultimo dia 11, Michel Melamed deu inicio a reapresentação da Trilogia Brasileira, pela primeira vez em seqüencia, com o espetáculo Regurgitofagia.

No próximo fim de semana e no seguinte se darão as apresentações de Ant-dinheiro grátis e O Homem-Música.

Todos os três espetáculos exploram de alguma maneira a participação da platéia, seja com participações voluntárias ou até mesmo com as reações e ruídos transformados em impulsos elétricos de 15 a 45 w descarregados no ator.

Os textos do jovem “poeta, carioca, judeu, canhoto e correntista do Itaú” não são apenas um apanhado de palavras jogadas ao acaso como pode parecer para um espectador desatento, são orações costuradas a um emaranhado de fatos estúpidos que a vida cotidiana nos empurra goela abaixo e insistimos em acreditar que precisamos delas para viver, ou apenas estamos tão banalizados que aceitamos possivelmente.
Melamed nos faz um alerta com sua proposta dura de que fazemos parte de uma Regurgitofagia, ou seja, devoramos novamente o que já expelimos, e que de alguma forma não nos é mais necessário. Sua proposta de receber novamente as ações de seus textos contundentes, cômicos, mas ácidos até a medula, na forma de impulsos elétricos, chega a ser perturbadora.

Veja uma passagem do cada monólogo:







A trilogia como um todo procura nos fazer refletir sobre a contemporaneidade, através da história de três personagens distintos, brasileiros, cativantes peculiares e sarcásticos, esfregando em nossas caras como medíocre é a sociedade de hoje.

Trilogia Brasileira sabe para que veio, cabe a você decidir o que fazer com as informações passadas em cada peça.

Naldo Costa

Teatro SESC GinásticoAv. Graça Aranha, 187(21) 2279-4027.

11 a 14/6 - Regurgitofagia - Uma crítica radical e bem-humorada à contemporaneidade. A partir de procedimentos da antropofagia Oswaldiana em novo manifesto e de uma interface tecnológica, as reações sonoras da platéia - risos, aplausos, tosses etc - são captadas por microfones e transformadas em descargas elétricas sobre o corpo do a(u)tor.

. 18 a 21/6 - Dinheiro Grátis - Leilões, debates, compras e vendas: os diversos valores, das relações e pessoas aos objetos e situações. Se tudo tem um preço e o ser humano é tratado como mercadoria, aqui, então, o dinheiro será tratado como gente. Abram seus corações, bolsas e bolsos, e façam suas apostas: o show tem que continuar?

. 25 a 28/6 - Homemúsica - A trajetória de Helicóptero, um jovem brasileiro com um dom único: cada parte do seu corpo movimentada com precisão emite o som de um instrumento musical. Ele é o homem-orquestra, o Homemúsica. 5a a domingo, 19h. R$ 5 (com.), R$ 10 (est., id.), R$ 20, R$ 30 (comprando o pacote dos três espetáculos).



Fonte: http://michelmelamed.com.br e http://www.sescrio.org.br

Um comentário:

E. L. Zerfas disse...

sou suspeita pra comentar. mas oque posso dizer sobre a trilogia é que vale apena assitir os três espetaculos. Não só pela performase do Melaned mas pelo texto critico e acido que ele repensa a sociedade de hj.
Bom espetaculo!